quinta-feira, 21 de abril de 2011

O ENCONTRO DE JESUS E MARIA

            No inicio da manhã desta quinta-feira, prosseguindo as celebrações da semana santa - iniciada no domingo de ramos - muitos fiéis participaram da procissão do Encontro que marcou o início das celebrações da Paixão de Cristo. Durante esse ato de fé, foi representado o encontro de Jesus Cristo com a Virgem Maria no caminho do calvário.
          A imagem de Nosso Senhor dos Passos saiu da Igreja de N. Sª do Perpétuo Socorro acompanhada pelos homens, enquanto a imagem de N.Sª das Dores saiu de sua igreja acompanhada pelas mulheres. A procissão seguiu pelas principais ruas da cidade encerrando na igreja matriz.

      PARA REFLETIR
        A Santíssima Virgem Maria teve vários encontros com Jesus, mas este era preferível que não acontecesse. A Mãe, cheia de dor, vai ao encontro do FILHO que se dirige ao calvário levando às costas uma pesada cruz de madeira. Encontro que dispensa palavras, pois fala por si; encontro doloroso que deixa marcas. Sua dor é inigualável. Maria sofre mais ainda por nada poder fazer nesse instante para aliviar o sofrimento de Jesus e também o seu.
        Maria renunciou a tudo, até aos direitos sobre seu filho, derivados dos vínculos de sangue. O SIM da Anunciação tinha sido a sua assinatura em branco no plano de Deus. Tinha sido a aceitação incondicional de um mistério que se revelaria a pouco e pouco - e, de cada vez, por meio de um rasgão sangrento - no decurso de sua existência.
        Neste dia santo Maria ajuda-nos a sermos, também nós, criaturas de encontro. Convence-nos a deixar-nos alcançar por Deus a render-nos a Ele.
       Que em nós haja suficiente silêncio para escutar a Sua palavra de salvação e de conversão. Convence-nos desta verdade: só quem encontra Deus é capaz de encontrar verdadeiramente os homens.


Nenhum comentário:

Postar um comentário