quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Mensagem do Bispo para o Círio 2011


Caríssimos irmãos e irmãs salvaterrenses!

Paz e alegria no Senhor!

“Maria Imaculada, vocacionada do Pai” é para todo o povo de Salvaterra um apelo a refletir, renovar e difundir a vocação cristã e missionária que na Igreja temos recebido, para dar frutos e frutos que permaneçam.
Clamamos a Maria no mistério da sua Conceição Imaculada com a confiança e a ternura de filhos sabendo com certeza inabalável que Ela, que esteve no início e no centro de toda vocação humana à salvação, nos levará à essa revitalização vocacional que pessoalmente precisamos e que nasce da recuperação de nossa identidade católica, muitas vezes, não valorizada e até desprezada.
Maria está no início de toda vocação cristã. Antes de ser gerada no seio de Sant’Ana, Ela já tinha sido preservada do pecado amorosamente e cheia de graça em virtude da Redenção do seu Filho Jesus, porque desde sempre tinha sido eleita e vocacionada nos esplendores do desígnio eterno de Deus a ser Mãe do Redentor.
Como Ela, nós, predestinados em Cristo, seu Filho, a ser filhos de Deus e a viver esta filiação numa vocação determinada na Igreja católica como padres, religiosos, consagrados, casados, leigos..., fomos também santificados, justificados e glorificados como membros do Corpo de Cristo Jesus por eleição eterna em Cristo Jesus e em relação estreita com a predestinação de Maria.
Vocação, por proceder do coração de Deus e seu amor, é vida, É vida que vivifica, renova, atualiza, até na terceira idade tudo o que fizermos e realizarmos a partir dessa vocação, eleição divina à santidade, ao amor. Santidade e amor que constituem em Maria o modelo perfeito de realização.
Por isso mesmo, porque a nossa vocação nasce da nossa eleição eterna em Cristo, como a de Maria, tem que passar pela Cruz e morte de Jesus, entendidas estas não como momentos de inferno, mas como a expressão da fidelidade de Deus até o extremo, até o limite da entrega e radicalidade extrema do amor, sempre mais forte do que a morte. A Imaculada Conceição e a realização de sua vocação e da nossa nos leva à Cruz. É aí que está nossa vocação na Igreja, sempre marcada pelo mistério pascal e pela maternidade de Maria.
Queridos devotos da Imaculada Conceição! Queridos salvaterrenses! Neste novo Pentecostes acontecendo com tantos sinais na querida paróquia de Salvaterra precisamos orar mais pelas vocações neste I Ano Vocacional de nossa Prelazia. Especialmente pelas vocações ao sacerdócio na Igreja do Marajó. Precisamos de sacerdotes, sacerdotes santos, muitos sacerdotes também nascidos nas amadas e nobres terras de Salvaterra. Precisamos criar na nossa Comunidade paroquial uma autêntica cultura vocacional, prioridade de toda prioridade pastoral na Prelazia e, sobretudo destinada à promoção acompanhamento e desenvolvimento das vocações para o sacerdócio no Marajó.
A Imaculada Conceição na sua poderosa intercessão nos ajude a efetivar missionariamente nossa vocação cristã na nossa Paróquia, na integração missionária nas suas pastorais e na responsabilidade que a vocação suscita como suscitou Maria, pela implantação do Reino de Deus entre nós. Reino de Deus cujo sinal é a Igreja: uma, santa católica e apostólica e da qual a Mãe é a Imaculada Conceição.
Que Ela abençoe a todos!
╬ José Luis Azcona
Bispo Prelado do Marajó

Nenhum comentário:

Postar um comentário